Me siga por e-mail e receba as atualizações do Blog

Tuesday, March 27, 2012

Vida Separação Superação

Na minha opinião, acredito que superar uma situação, um trauma, muitas vezes é encarado como "Balela" por alguns. Balela para aqueles que não conseguem e se não conseguem é porque não abriram mão de uma coisa ou outra para poder seguir em frente. Eu superei e assim como todos que conseguem a sensação de orgulho interno é incrível e eu aconselho abrir mão de ser orgulhoso para se orgulhar de si!

Mas voltando ao assunto de abrir mão, muitas vezes é necessário abrir mão de algo ou de uma ou mais situações para seguir em frente.

No meu caso para superar a minha traição e síndrome de abandono foi necessário abrir mão do meu passado, ainda que convivendo com ele por conta da mídia, meu objetivo principal era o meu futuro.

Quando estamos muito abalados e envolvidos com o nosso trauma, é necessário a princípio um tratamento de choque. Estou falando especificamente do que eu fiz por mim e para mim no caso da minha separação.

Separar  TUDO, ABSOLUTAMENTE TUDO E TUDO MAIS que te faça lembrar do seu passado com ele, isso significa muitas vezes até mudar alguns hábitos, sempre visando o seu objetivo que é ser feliz!! Guarde em uma caixa, esconda e não abra, guarde fotos, cartões, objetos, .... Você precisa desse processo de desligamento

O casamento, namoro, relacionamento acabou, então "PONTO", você precisa seguir em frente, seguir a sua vida. Mas como se a sua vida já não existe mais. Mas como se a sua vida a tempos já era a vida dele(a), esse é o nosso primeiro defeito, abandonar nossas vidas para viver a vida do outro! Mulheres são craques nisso!

É tudo muito complexo, complicado ainda mais porque quem é abandonado tem sua auto estima muito abalada. Você vai se precisar se recuperar da separação e ao mesmo tempo vai precisar conquistar a você e a sua auto estima.

O tratamento de choque tem como principal objetivo dar uma limpada na sua mente, o que não é visto não é lembrado e consecutivamente aos poucos vamos automaticamente deixando no passado. Tentar reconstruir uma relação que acabou, ainda mais quando não foi você quem pôs fim nela é muito mais sacrificante, dolorido, desgastante do que aceitar o fim imediato.

Porque temos a dificuldade de aceitar o fim? Um não? Eu demorei 8 meses para entender que o fim já fazia parte do meu passado e eu ainda tentava manter o fim no presente!

Existem pessoas que tentam por anos a fio, recomeçar um casamento e se sujeitam a situações tão humilhantes que chega a ser um pecado contra si mesmo, contra os filhos se for o caso.

Vamos aceitar a decisão do outro, isso também é uma atitude de respeito sua para com ele(a).

Foque em você, construa a sua vida.

Vou dar um exemplo, sua casa desabou por conta de um terremoto, não sobrou paredes, teto e agora o que fazer? Você vai viver nos escombros, em meio ao caos, a chuva ao sol, exposto ao mundo sem estar protegida(o)? Ou Vai limpar o terreno e construir uma nova casa, melhor que a anterior. E aos poucos a lembrança da casa antiga vai ficando no passado. Dela só deve ser lembrada as boas reuniões familiares, as coisas boas que nela aconteceram. A casa nova não será construída da noite para o dia, vai precisar de planejamento e esforço para ficar pronta o mais rápido possível, afinal, você precisa dela para morar.

Então porque não fazer isso com seu estado emocional?

Diferente dos outros problemas e traumas da vida esse nós sabemos exatamente "onde, como e porque ele existe", não precisamos de profissionais para nos dizer, essa depressão é por conta da separação, essa dor é por conta da separação. Todo mundo que se separa sabe o motivo da sua carência. O que facilita correr atrás do prejuízo, ainda que for para procurar um, psicólogo ou psiquiatra.

Vamos começar a construção da nossa vida hoje!

Se você é casado, tem companheiro, não importa, comece a cuidar de você também, ainda que seu relacionamento esteja ótimo, vá viver a sua vida e não a do outro, para que se por um azar o relacionamento acabar você vai precisar apenas se recompor e não começar do zero!

Reflita sobre os benefícios e malefícios de continuar a querer viver num relacionamento que acabou e só você não aceitou.

Reflita sobre você, suas atitudes.

Ninguém pode ser feliz por ninguém, só você pode ser feliz por você, nem que seja por apenas um dia e mais um dia.

Sempre digo que a superação de uma relação que acabou, "é ser feliz só por hoje", "viver um dia após o outro", como um dependente químico.

Boa semana a todos!!

Samantha Moraes
twitter @sigasamantha
Samantha no Facebook clique aqui