Me siga por e-mail e receba as atualizações do Blog

Thursday, May 31, 2007

Desabafo...

O tempo tem voado muito, quando vejo já está na hora de buscar as crianças, o relógio correu mais que nunca e a cada dia corre mais.
Percebo que não consigo parar mais que 10 minutos e pensar sobre mim, avaliar onde estou acertando e errando. As respostas, as decisões tem que ser tomadas de imediato, se eu deixar pra depois.... já foi, ela entra na lista de daqui a pouco eu vejo e quando vou ver meses se passaram, tenho um post escrito sobre a aviação, a pedidos que eu não consegui terminar, tenho visitas que me esperam a pelo menos 3 meses e eu não consigo cumprir com a minha palavra. Me sinto mal com relação a isso e pior ainda com relação a outras coisas importantes que acabei deixando pra ver daqui a pouco e não consegui.
Mal tenho conseguido cumprir com as minhas obrigações pessoais como ir no meu cabeleireiro que toda sexta-feira me vê nos Intocáveis e me pergunta porque eu não vou lá fazer a hidratação, isso porque de graça até injeção na testa para alguns, até pra mim, mas e o tempo disponível??
Não sei o que aconteceu com o meu tempo, não sei onde me perdi dele.
Claro que também não posso reclamar, devo ter perdido ele em algum telefonema ou reunião. Percebo que meus meses de trabalho não foram em vão e hoje estamos colhendo os frutos dele, a cada dia uma novidade, a cada dia um número melhor, superar dia após dia e ainda conseguir incomodar em apenas 1 mês é para mim mais que um sucesso, mais que uma realização profissional ou pessoal.
Abri mão da minha vocação que era voar quando tive uma proposta na mão. Falava sobre um programa de internet baseado no Talk Show do Haward Stern, interativo, dinâmico e bem humorado com personagens virtuais.
Fui para um vôo pensando sobre ele, no momento pensei que só um louco largaria tudo que havia conquistado após 5 anos de espera para se dedicar a um projeto no papel, num ramo completamente desconhecido.
Como eu que esperei 5 anos para voltar a voar, com noites tristes lembrando da coisa que eu mais gostava de fazer que era servir um cafézinho entre uma emergência e outra "comissários de vôo". Entrei numa empresa regional para voar Embraer 145 e Fokker 50, pra quem voava Fokker 100 na Tam, com vários tipos de serviço, champagne na recepção dos passageiros na ponte pra Curitiba as 19 horas, opção de prato quente, repasse de bebidas e ainda o cafézinho, sem esquecer o jornal e balas antes da decolagem............. isso eu fiz, com sorriso e muito prazer, 108 passageiros a bordo, lotado e de repente............... um turbo hélice com 30 passageiros me esperava, goiabinhas e sucos..........era até um desespero encarar aquela aeronave tão pequena e eu lá, batendo literalmente a minha cabeça no teto do avião quando ele balançava demais, rsrs sim, a altura interna do Emb 145 é de 1,70, eu com meus 1,62 mais um salto........ era o suficiente!!
Mas a empresa Regional OceanAir, conhecida apenas por executivos que adoravam fazer o trecho Macaé/Rio (com serviço de bordo, rsrs) cresceue elá estava eu, ajudando a separar os CV´s dos novos comissários, fazendo o treinamento de um equipamento que eu era literalmente safa!!! e de repente lá estavamos nós, no dia do Evac, teste este que habilita o equipamento, no caso o F-100 a voar na companhia, sem ele o avião não decola. Passagens vendidas, tudo certo e na primeira vez a minha equipe, que fora selecionada 5 minutos antes do teste da qual eu fazia parte, não conseguimos! O nó na garganta de todos era nítido, a sensação de perda quando havíamos feito exatamente tudo perfeito foi a pior que eu já experimentei profissionalmente na minha vida! Complô????? não importa mais, muitos treinamentos mudaram de rumo e empresas consolidadas do mercado foram obrigadas a atualizar.
Mais uma chance e lá fui eu, novamente selecionada, nesse dia 22 de Dezembro de 2005 eu tremi, esqueci que havia sido o pior ano de minha vida e tremi como vara verde em um campo aberto! No saguão do Aeroporto de Sorocaba ouço meu nome, conforme a hierarquia minha posição era na frente, tinhamos segundo para abrir a porta da aeronave e rezar para que o equipamento de segurança o Scape Slide funcionasse, era a nossa chance de sair dali com emprego garantido, mesmo sem ser responsável pelo funcionamento do negócio! Quem iria abrir aquela porta?? quem iria ser a responsável por inflar o Scape?? E ao soar o comando depois de 30 segundos eternos, dentro daquele avião tão familiar e conhecido, que naquele momento parecia um gigante pronto pra me engolir.......... fui requisitada para operar minha porta e inflar o slide, 5 segundos, não me esqueço, bati o cinto, dois passos, mão nos lugares certos para abrir a porta e pronto, lá estava ela aberta e o barulho de alívio, ele tinha disparado e o slide inflado, continuei meus gritos de comando, já com meus olhos cheios de lágrimas, gritei como numa emergência, fiz gestos e tudo que precisava e ainda dei um ok a minha colega lá no fundo que não podia ver que acontecia, na escuridão do aeroporto só se ouvia as palmas............. sucesso!!!!!!!!! 3 dias depois decolei no segundo vôo daquele equipamento na companhia!! Dia 31 de Dezembro, realizei meu sonho, eu jurava que iria voar ainda naquele ano terrível, de tantas desilusões e tristezas. Jurava que conseguiria mudar minha vida e que esse vôo era um sinal de que eu estava certa!
......... a proposta parecia bem maluca......... eu largar meu sonho profissional, depois de tanto suor, o que havia me revitalizado, me dado esperanças............... só se eu fosse louca!!!!!!!!
Mas ouvi aquela voz, "Vai e faz!! Pode até demorar, mas vc vai ter muito sucesso!!"
Com o coração partido dei meu primeiro passo aceitando a proposta do livro e que me perdoe meu editor!!! que não sabe de mim há meses....., começamos nos Intocáveis e eu ainda voava, Cheguei a voltar de vôo com mala e uniforme para o estúdio de onde fazíamos o programa "ao vivo".
Chegado o momento de dizer Adeus ao meu sonho de voar! Chorei e me escondi por uma semana!! Só então me libertei.... quer dizer.... de alma pois de coração nunca!! Recebi vários convites para voar de executiva, não pude, não posso e quem sabe nunca poderei, mas recebi o último não fazem 2 meses, quer dor em recusar, que aperto no peito................ mas valeu a pena!!!!!
Hoje temos mais de 259.137 mil visualizações do nosso programa, assinamos contrato com o iG e com um patrocinador. Isso é muito partindo do princípio que chegamos ontem no iG e que apesar da nossa audiência na AllTV saímos de lá há 9 meses, nosso público ficou sem contato e nós nunca deixamos de ter a certeza de que voltaríamos ao ar.
Existem programas que eu já dei entrevistas que não tiveram a audiência que nós temos, programas com apresentadores conhecidos e renomados.
Hoje sou feliz profissionalmente (pessoalmente e sentimentalmente nem se conta), sinto que superei as minhas expectativas profissionais, sabia que chegaríamos nesse ponto mas não sabia que seria tão de pressa.
Aprendi muita coisa na raça, foi muito dolorido também porque a VIDA REAL não é fácil, no CONTO DE FADAS tudo é lindo, se ganha muito com pouco e as belas paisagens que o dinheiro pode comprar são o suficiente para satisfazer um ser humano. A vida Real, aquela que a gente dorme e acorda ao lado da mesma pessoa, que cria seus filhos sem te questionar e ainda abre um sorriso quando vê um boletim perfeito, que dá a bronca na hora certa e que muitas vezes te suporta no mal humor pela manhã ou vice-versa.
A vida Real é aquela que todos vivem em seu silêncio, não aquela contada como história de fadas onde só o belo existe, contas chegam a toda hora, responsabilidades existem. Fácil deixar os outros cuidarem da nossa e ainda dizer que não é bem assim. Difícil é encarar a vida de verdade e quando colher frutos saber que estes são seus e não de outrem!
Maravilhoso é saber que além de tudo, que além dos obstáculos da vida, as coisas boas acontecem. Que mesmo quando algo parece impossível, não é!
Venci a mim mesma, cuido de um programa que está se destacando a cada dia mais, que tem sido notado por muitas emissoras de TV. A parte artística é do meu senhor futuro marido com orgulho, a parte comercial e de produção fica aqui comigo! Me superei fazendo e acontecendo, não nessa mesma ordem e nem sempre da maneira perfeita, mas estamos aí! Vencendo com meus próprios méritos! Aquela bobinha chorona que alguns acreditaram que foi a TV resgatar um casamento que não existia mais a 8 meses, quando na verdade queria mostrar que é possível sobreviver a uma separação, digamos meio esquisita, rsrs, está aqui 1 ano e meio depois provando por A+B que se vc quer ser feliz é só ir atrás.
"Ciclos existem e devem ser respeitados para serem vividos em sua plenitude!!" (samantha)
Enfim depois de tanto, pude dividir meus pensamento com vcs, queridos (as) que me acompanham por tanto tempo.
Mais uma vez muito obrigada pelo carinho de todos vcs!!
Beijinhos
E não percam Os Intocáveis toda Sexta-feira apartir das 13 horas!!
Samantha

3 comments:

  1. nylamaral@hotmail.comJune 01, 2007 8:39 am

    Queria te dizer que amei o seu desabafo... Acho que era juastamente o que eu precisava ouvir hoje sabe.... Vivemos num mundo muito louco, de valores invertidos e pessoas "inventadas" é bom ver uma pessoa normal, uma mulher de verdade normal, que sofre e dá a volta por cima... Estou também num segundo casamento e muito feliz, tenho um filho de 10 anos e acho que graças a Deus as coisas acabam se encaixando, pra quem luta e é sincera!
    Fico muito feliz e realmente me sinto realizada em ver a sua vitória, pode parecer maluco me sentir feliz por uma pessoa que nem conheço, mais sinto justamente o contrário, que te conheço faz tempo.. E que sua vitória e realização hoje é uma relização de todas nós mulheres.
    Parabén!! Que sua estrela continue brilhando e que voce seja muito feliz!!!!!!!
    Gostaria de te perguntar uma coisa: Sei que suas filhas tem contato com o pai delas, mais voce permite que elas convivam com a "mulher' dele??? É uma curiosidade minha.. pois tenho um garoto e você sei que tem 2 meninas!! É mais complicado né???
    Se puder mande-me a resposta por e-mail tá!!!
    beijossss e tudo de bom!!!!!!!!
    Ahhhhhhhhh amei seu mico.... muito engraçado!!!!!!!!!!
    nyl

    ReplyDelete
  2. Oi Nyla,

    Sim minhas filhasm veem o pai, acho isso normal, mas me incomodo sim com a presença da mulher dele, não por ser uma outra mulher e sim por ter o histórico que tem.

    Pense que pra duas meninas a presença dela pode ser má influencia, mas se a madrasta for alguém sem um imagem tão forte, não vejo motivos pra separar.

    A madrasta por ser uma boa aliada na educação da criança.

    Eu me dou super bem com a ex-esposa do meu marido atual, junto com a mãe do meu enteado tomamos decisões sobre os acontecimentos com relação a escola.

    Tudo depende do que vc pretende, se não existe mais amor e rancor principalmente, qual o problema me manter uma boa relação?

    Pense bem!
    Beijos

    ReplyDelete
  3. GIRL!!!
    PARABÊNS, ESSE TEU POST FOI PUNK, VC ESCREVEU DE CORAÇÃO E NUMA TACADA SÓ, É ISSO AÍ GIRL, É ISSO AÍ...
    GRANDE BEIJO, ENTRA NO MSN PARA ME FALAR DO SEGREDO,
    BEIJOSSSSSSSSS
    VANESSA...
    :p

    ReplyDelete

Deixe seu comentário aqui!!